Concurso, Portal Uai, Belo Horizonte, MG

publicidade

Quem quer ser diplomata? Rio Branco oferece 30 vagas e salário de R$ 16,9 mil

O concurso é dividido em três fases e deve ser finalizado em dezembro

14/06/2017 09:38 | Atualização: 14/06/2017 10:59

Lorena Pacheco

Minervino Junior/CB/D.A Press
Qualquer pessoa com nível superior de formação, em qualquer área, pode se candidatar a uma das 30 vagas abertas no novo concurso público para ingresso na carreira de diplomata. O edital de abertura da seleção para terceiro secretário (classe inicial para diplomata) foi publicado nesta quarta-feira (14/6) no Diário Oficial da União pelo Instituto Rio Branco. O salário inicial é de R$ 16.935,40.


Do total de chances, 22 oportunidades são para ampla concorrência, seis para negros e duas para pessoas com deficiência.

Como nas seleções passadas, o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) é a banca organizadora que será responsável pela aplicação das provas.

A primeira etapa do concurso será a prova objetiva, que será realizada nas capitais dos 26 estados da Federação e no Distrito Federal em 13 de agosto. Serão 73 questões do tipo certo ou errado sobre língua portuguesa, língua inglesa, história do Brasil, história mundial, política internacional, geografia, noções de economia e noções de direito e direito internacional público.

Outro concursão: Defensoria Pública da União abre concurso com salário de R$ 22 mil

Se aprovado na avaliação objetiva, o candidato será submetido a prova escrita de língua portuguesa e de língua inglesa. Depois é a vez das provas escritas de história do Brasil, política internacional, geografia, noções de economia, noções de direito e direito internacional público, língua espanhola e língua francesa. Para finalizar, haverá curso de formação no Instituto Rio Branco. Todas as fases tem caráter eliminatório e classificatório.

Como participar

As inscrições serão aceitas de 23 de junho a 10 de julho pelo site www.cespe.unb.br/concursos/irbr_17_diplomacia. A taxa custa R$ 225. O resultado final do concurso público deverá ser divulgado em 18 de dezembro.

 

Concorrência alta

Tendo como base a concorrência da seleção passada, já dá para sentir que o concurso desse ano não vai ser fácil. Foram registradas pelo Cebraspe 4.925 candidatos, que também disputaram 30 vagas. Ou seja, foram cerca de 164 participações por oportunidade.

Outro detalhe que não pode passar despercebido é o aumento no salário inicial do cargo, que aumentou R$ 1.930,14 em um ano (o edital de 2016 disponibilizou vencimento de R$ 15.005,26 para os aprovados).

Concurso passado

Por meio de fotos em redes sociais e em bancos de dados oficiais, o Ministério Público Federal em Brasília identificou que cinco candidatos, inscritos para diplomata em 2016, teriam fraudado a autodeclaração racial. A análise fenotípica indicou que, pela cor de pele e traços faciais que apresentam, eles não seriam negros. Uma ação civil pública foi proposta pelo MPF à Justiça para impedir a posse.

Apesar dos cinco identificados, mais de 40 candidatos não negros tentaram ser diplomata pelas cotas raciais e foram desclassificados a tempo.

Após a denúncia, uma nova verificação de autodeclaração racial foi feita a portas fechadas, apesar do MPF frisar que, por lei, todas as fases de concursos devem ser públicas. Na época, a assessoria do Itamaraty informou ao Correio que não vai se pronunciaria sobre a recomendação. Saiba mais sobre o caso aqui