Concurso, Portal Uai, Belo Horizonte, MG

publicidade

Controladoria Geral de Alagoas deve abrir um novo concurso até 7 de julho

Seleção deve oferecer 40 vagas para o cargo de analista de controle interno

14/05/2018 12:34

Do CorreioWeb

Divulgação/Controladoria Geral do Estado de Alagoas
A Controladoria Geral do Estado de Alagoas (CGE/AL) deve realizar o seu primeiro concurso público em breve. Um despacho foi publicado no Diário oficial do Estado na última sexta-feira (11/5) informando que o edital deve ser divulgado até 7 de julho e que os aprovados devem ser convocados ainda este ano, além de estabelecer normas para realização do mesmo. O concurso deve oferecer 40 vagas para o cargo de analista de controle interno.

O órgão foi criado pela Lei Delegada n° 15, de 18 de março de 2003, e sua estrutura é regulada pela Lei Delegada nº 47, de 11 de agosto de 2015, que define a estrutura dos órgãos do Poder Executivo. Atualmente a CGE/AL possui 49 funcionários, sendo 46 deles comissionados. Diante desse cenário, o objetivo do concurso é criar o quadro permanente, criando a carreira de analista de controle interno, substituindo os comissionados.  

Os candidatos que tiverem interesse nesta seleção devem possuir nível superior, nas especialidades de Ciências Contábeis (10 vagas), Direito (10), Engenharia Civil (4), Ciências da Computação (3), sendo as 13 vagas restantes para outras áreas. A jornada será de 40 horas semanais, e os aprovados deverão passar por um curso de capacitação promovido pela Escola de Governo de Alagoas.

Próximas etapas para andamento do concurso

De acordo com a CGE/AL, a Comissão de Administração, Segurança, Relação do Trabalho, Assuntos Municipais e Defesa do Consumidor e a Comissão de Orçamento, Finanças, Planejamento e Economia da Assembleia Legislativa do Estado (ALE) já deram parecer favorável ao Projeto de Lei que dispõe sobre a criação do quadro permanente de servidores da Controladoria. Entretanto, a CGE aguarda o parecer da ALE sobre o Projeto de Lei que regulamenta os subsídios. Após definição favorável, o projeto será encaminhado ao plenário para votação dos deputados estaduais. Em seguida, o processo segue para a abertura do edital e realização do certame.