Concurso, Portal Uai, Belo Horizonte, MG

publicidade

PMMG abre inscrições de concurso com 30 vagas e salário de R$ 8,8 mil

A remuneração inicial básica dos postos é de R$ 8.874,60

06/11/2018 12:30 | Atualização: 07/12/2018 13:48

Mariana Fernandes

PMMG/Divulgação
A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) abriu, nesta terça-feira (6/11) o período de inscrições para concurso com 30 vagas. São oferecidas chances de nível superior para médicos e psicólogos. A remuneração inicial básica dos postos é de R$ 8.874,60. Os candidatos devem ter no máximo 35 anos de idade. Confira aqui o edital completo.

Para a área de medicina, podem se candidatar quem tem especialidade em: anátomo-patologia, anestesiologia, cirurgia geral, cirurgia pediátrica, ginecologia, neurologia, oftalmologia, ortopedia, patologia clínica (medicina laboral), pediatria, psiquiatria, urologia e clínica médica (pronto atendimento). 

As inscrições poderão ser feitas até 5 de dezembro, pelo site da corporação. A taxa de inscrição custa R$ 266,24. 

O concurso contará com provas de conhecimentos, prova teórico-prática e de títulos, exames de saúde, avaliação física militar, avaliações psicológicas, exame toxicológico e estágio de adaptação de oficiais. 

A prova de conhecimentos será aplicada em Belo Horizonte, em 10 de fevereiro, às 8h30.

Mais chances em Minas Gerais

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) está com inscrições abertas para um novo processo seletivo simplificado com 322 vagas temporárias para o cargo de agente de segurança socioeducativo. A remuneração é de R$ 4.098,45, para carga horária de 40 horas semanais em regime de dedicação exclusiva. As participações podem ser feitas gratuitamente até as 23h59 desta quarta-feira (7/11).

Do total de chances, 298 são para homens, das quais 29 são para candidatos com deficiência, e 24 para mulheres.  Haverá cadastro reserva e as vagas serão distribuídas entre 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps). 

O processo seletivo para contrato temporário dos agentes é composto de quatro fases: análise de currículos, comprovação de idoneidade – investigação social, avaliação psicológica e curso introdutório.  Para mais informações, clique aqui.